segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Como Eliminar Dívidas de Cartão de Crédito

Introdução


E aí jovem aprendiz da educação financeira, querendo começar a jornada para enriquecer, mas não sabe de onde tirar dinheiro para começar a investir? Ou ainda, você não consegue ZERAR a conta do cartão de crédito ou do cheque especial? A coisa está tão enraizada que a sua impressão é que seu cartão de crédito faz parte do seu salário de forma que o dia do pagamento se tornou apenas um ritual de passagem do seu dinheiro para o tal do VISA ou MASTER? E quando acontece algum imprevisto e você acaba pagando o mínimo e meses depois você percebe que sua dívida se tornou um monstro.
Pois é caro leitor(a) já passei por tudo isso que eu descrevi aí em cima e pensando em lhe ajudar eu vou dar algumas dicas matadoras para você colocar uma focinheira no seu cartão de crédito para que ele nunca mais morda você ou sua família.

Neste artigo Você vai encontrar:


  • Porquê o cartão de crédito é um vilão para sua vida financeira;
  • Não consegui pagar a fatura? Como posso negociar minhas dívidas?
  • Como controlar de vez o seu VISA de estimação.

Porquê o Cartão de Crédito é Um Vilão Para Sua Vida Financeira



Para entendermos um pouco sobre isso, primeiro precisamos entender todo o processo que acontece ao teclarmos nossa senha naquelas maquininhas. Quando compramos algo com nosso cartão de crédito na verdade o que acontece é que estamos pegando dinheiro emprestado com alguém (não importa quem) esse alguém vai adiantar o valor da compra para o comerciante do produto que você está levando, na boa fé de que você irá honrar com seu compromisso na próxima fatura, vou repetir enfaticamente "VOCÊ ESTÁ PEGANDO DINHEIRO EMPRESTADO", até aí tudo certo, mas porquê então um monte de gente se enrola tanto com cartão de crédito? Isso é porque existe o tal do rotativo, você entra no rotativo toda vez que você deixa de pagar a fatura em sua totalidade, ou seja, quando você "quebra" o contrato de boa fé, aíííí nesse caso amiguinho(a) você está no sal, vou enfatizar logo de cara dessa vez, "SE VOCÊ NÃO PAGAR A FATURA EM SUA TOTALIDADE, SERÃO COBRADOS JUROS MONSTRUOSOS".

Tá então basta pagar a fatura em sua totalidade e está tudo certo? Correto, mas o que acontece, e acontece o tempo inteiro diga-se de passagem, é que a maioria das pessoinhas de nosso Brasil dão um passo maior que a perna e acabam comprometendo boa parte do orçamento familiar com a fatura do cartão de crédito e esquecem, por exemplo, de separar o dinheiro da comida, das contas, da fralda do bebê, sabe essas coisas essenciais para vivermos (só isso), daí quando a fatura chega o que acontece? A pessoa vai pagar a fatura? Claro que não, ela vai pagar a comida, a fralda do bebê, etc etc e se sobrar pagamos a fatura (afinal, devo não nego pago quando puder). Outro erro muito comum no uso do cartão de crédito é usá-lo pra tomar cafézinho, lanches, podrões, pizza, almoços caros, etc etc etc e este amado(a) esquece de monitorar seu limite pra saber quanto está gastando, daí quando chega a fatura ela vem tomando o dinheiro da comida, da fralda do bebê, da internet, telefone, etc etc etc.

Tem os caloteiros também, mas estes nem vale o esforço de pensar algo decente para escrever, então deixo aqui como a principal causa de endividamento por cartão de crédito justamente o descontrole sobre o que se gasta com o cartão.




Não consegui pagar a fatura? Como posso negociar minhas dívidas?


Como Bater o Mercado

Nas regras antigas do rotativo do cartão de crédito era estipulado um pagamento mínimo de 15% do total da fatura e se você optasse por pagar o mínimo seria acrescido juros de aproximadamente 13% ao valor restante para ser pago na próxima fatura, fazendo um cálculo rápido para o caso da pessoa querer pagar somente o mínimo de uma fatura de R$1.000,00 ela iria pagar R$150,00 sobraria R$850,00 e agora colocando os juros R$960,50, fazendo um pouquinho mais de conta e pegando um caso bem esdrúxulo da pessoa querer pagar somente o mínimo em 2 anos pagando só o mínimo, a pessoa teria pago R$2.353,92 e a próxima fatura iria vir no valor de R$380,13, veja bem é um juros de mais de 150% em dois anos, se você quiser esticar para mais anos dá muito mais, mas a imprensa divulga somente os juros do primeiro ano de rotativo pra não assustar os pobres cidadães de nosso Brasilzão.
Felizmente para nós, as coisas mudaram, com as novas regras do rotativo que começaram a valer a partir do dia 1º de Junho de 2018, se a pessoa optar por pagar algo entre o mínimo e o valor da fatura, o restante do valor será negociado com a administradora do seu cartão com juros mais baixos, porém você poderá responder judicialmente caso não venha a pagar alguma parcela da negociação, pois pelas novas regras você não poderá entrar no rotativo de novo devido esta dívida. Isso diminui e diminui em muito os juros pagos por nós, porém se você não tomar cuidado isso pode virar um bola de neve do mesmo jeito, na prática a única diferença é que vai demorar um pouco mais pra sua dívida ficar impossível de ser paga.

Caso você não consiga quitar com a primeira negociação, você irá criar uma outra dívida que também deve ser negociada, agora se você quer saber mesmo como sair das dívidas acesse o artigo "Passo a Passo de Como Sair das Dívidas".

Como controlar de vez o seu VISA de estimação.


Como Bater o Mercado

Caso você tenha entrado no rotativo a primeira medida a ser tomada é esconder seu cartão de crédito até que você tenha zerado sua dívida, em casos mais extremos onde você consegue sempre dar um jeitinho de achar o endereço do seu cartão de crédito todo mês e dá aquela gastadinha na pizza, você deve pegar uma tesourinha e picotar seu cartão junto com sua família e deve se comprometer a somente pedir a 2ª via do seu cartão assim que a fatura vier R$0,00.
Bom agora vamos as dicas (na verdade é somente uma dica, porém é da matadora), se você deseja algo, por exemplo, um Iphone 7 que custa algo em torno de R$3.000,00 você não deve correr na loja e comprar seu Iphone logo de cara e dividir em 36 vezes de R$300,00, você estará fazendo um tremenda burrada e estará entrando na bola de neve do rotativo novamente, a grande dica matadora é... é..... é..... juntar os R$3.000,00 HAHAHAHA pensou que eu ia ensinar uma forma mais elaborada de dar um calote não é mesmo? Pois se enganou, não pare de ler ainda, pois as próximas linhas irão mudar sua vida financeira pra sempre, na verdade a grande sacada aqui é você juntar os R$3.000,00 porém não gastá-lo, ao invés disso você deve investir esse dinheiro numa aplicação com alta liquidez, por exemplo num CDB de liquidez diária, ou mesmo no Tesouro SELIC e para comprar seu querido Iphone você usará seu cartão de crédito, "aaaannnn, ainda não entendi...." Veja bem jovem gafanhoto(a), pelas regras do cartão de crédito você não pagará juros no caso de honrar com sua fatura não é mesmo? "Sim!" então para ilustrar o que eu quero dizer, vamos supor que você consiga dividir a compra do seu Iphone em 12x sem juros, cada prestação será de R$250,00 (3.000/12=250), esses R$250,00 serão retirados dos R$3.000,00 que você conseguiu juntar e não do seu orçamento doméstico (garantindo assim que você consiga comprar a fralda do bebê sem ficar devendo nada a ninguém), "Ah, entendi!" Calma que eu não terminei, se você aplicar seus R$3.000,00 no Tesouro SELIC, ele irá render R$15,00 no primeiro mês, depois irá render R$13,82 no segundo mês e todo mês irá render uma merrequinha, garantindo assim ao final dos 12 meses R$101,14 de dinheiro extra e se você participa de um programa de pontos você irá pontuar bem facilmente no seu cartão, já pensou juntar essa merrequinha que irá sobrar mais os pontos que você juntou para fazer uma bela de uma viagem em família (praticamente de graça, só precisou do seu esforço).
Ah eu já ia esquecendo, para terminar, por favor PARE DE PAGAR A PIZZA, A FRALDA DO BEBÊ, O CAFÉZINHO COM O CARTÃO DE CRÉDITO!!! essas pequenas coisas acabam com seu limite do cartão e quando um desejo consumista insaciável de adquirir um chaveiro pokebola com bluetooth no valor de R$5.000,00 aparece, você não terá limite para comprar e acabará fazendo caquinha.


Um comentário: